Declaração de Jerónimo de Sousa, Secretário-Geral – 9 Março 2019, Lisboa