Monumental Escadaria da Granja, Arouca – 02/2019

Senhora Escadaria, onde param tuas escadas?
Quantas são para cima?
Quantos passos são para baixo?

Esqueçamos os que sabem,
ao encostarem as pernas cansadas,
à capela que lá em cima se arrima.

Recordemos apenas os infelizes,
que nunca conhecerão essas pedras,
cheias de segredos, raios e raízes.

Não há nada melhor que uma escadaria,
para conhecermos a razão de ser e não ser,
quando levados somos, acima e abaixo, com engenharias.

Álvaro Couto

Arouca, 6 de Fevereiro de 2019