Questões colocadas por Tadeu Saavedra no período destinado à intervenção dos munícipes.

 

Muito boa noite,
Senhor Presidente da Assembleia e restante Mesa,
Senhora Presidente da Câmara Municipal e restante Vereação,
Senhores Deputados Municipais,

São duas questões que hoje gostava de colocar e a primeira é relativa ao rio Arda.

Nas minhas deslocações diárias para o trabalho constato que as margens do rio Arda não estão limpas. Tivemos conhecimento, recentemente, de uma nova onda de poluição das águas.

Senhora Presidente, desde logo o que é que se passa com as estações de tratamento existentes? Funcionam? Não funcionam? Funcionam mal? Qual é, quais são os problemas que impedem a qualidade da água?

Quanto à limpeza das margens, vai ser feita alguma intervenção agora ou vamos ficar, placidamente, à espera da ecovia?

A segunda questão diz respeito aos transportes públicos. Sabendo que há uma operadora dominante no sector, a Transdev, constatámos que têm sido suprimidas carreiras; só há ligação ao Porto, os autocarros que circulam no concelho estão degradados e, sobretudo há uma promiscuidade entre transporte regular e transporte escolar. Devido à alteração do horário escolar do Agrupamento de Escolas de Arouca a União de freguesias de Canelas, Espiunca e Vila Viçosa ficou sem a carreira das 18h30 e, por outro lado, a carreira das 17h20/30 mistura alunos com população em geral. Os autocarros circulam sobrelotados, com alunos ao colo uns dos outros, sem cintos de seguranças porque, estes, ou não existem ou prendem só a cintura e, se houver um acidente ou uma travagem, os passageiros correm o risco de bater com a cabeça no banco da frente. Se no que diz respeito ao transporte público a CMA deve exercer uma constante influência, no caso do transporte escolar o que tem feito a CMA, já que tem a obrigação de fiscalizar o serviço, pois é a CMA quem o paga?

Muito obrigado,

Votos de bom trabalho!

.

.