Etiquetas

, ,

O PCP questiona o ministro das Finanças, lei do enquadramento orçamental, subserviência do governo ante a tróica estrangeira; as diferentes versões do governo sobre o suposto desvio colossal, contrato de assessoria com a empresa americana Perella Weinberg Partners, onde trabalha um português conhecido pelas suas ligações ao prof. António Borges (PSD), actual director do FMI.